domingo, 12 de junho de 2016

Perdoar é amor.



Desculpa se eu falho, eu nunca soube amar direito.
Desculpa a ausência, eu nunca soube ficar pra sempre.
Desculpa a falta de atenção e não procurar sempre. Eu to pagando o preço, pode crer.
Desculpa pelo jeito que não digo que amo, desculpa mesmo, não lembro como fazer.
Desculpa, por todo descaso. Não é desamor, é não saber como fazer. Mas eu to pagando o preço.
Desculpa eu ter esquecido de mostrar o quanto te amo e o quanto te quero bem.
Nem toda desculpa do mundo seria suficiente pra eu mesma me desculpar. Então me desculpa, é menos uma culpa que vou carregar.
Entende e aceita meu jeito, torto e errado. Eu só consigo estar lá, e eu sempre vou conseguir estar lá quando for difícil. Eu acerto nos momentos difíceis, eu nunca soube viver nos fáceis.
Foi assim que me ensinaram, fui boa aluna.
Desculpa por fazer parecer difícil dividir alegria, porque não é. Eu só simplesmente entendo que tem muita gente pra fazer isso.
Não esquece nunca que a tristeza eu carrego contigo sempre que tu precisar. Que toda vez que teu fardo for muito pesado eu vou aparecer pra dividir.
Eu sei que to longe sempre, mas eu juro que to sempre dentro de ti.
Meu deus, como eu falto e falho, me perdoa, não é por mal.
Perdoa meu amor relapso, e minha ausência eterna. É que eu só sei ficar junto pelo lado de dentro.
Eu te amo, mesmo sem saber amar, eu juro que te amo, mesmo sem saber o que é isso, mas só pode ser  amor.
O amor tem que ser tudo isso que eu não sei o que é, porque as outras coisas, eu sei o que elas são. Eu só não conheço o amor, mas toda vez que tu me perdoa, é amor. Tem que ser amor, só pode ser amor.





Para Rafaela.
Parabéns atrasado!

terça-feira, 12 de novembro de 2013


"É por isso que gosto de você. (...)
Você está tão ocupada sendo você mesma que não faz ideia do quão absolutamente sem igual você é."

John Green in A culpa é das estrelas. 

Como Te Descrever em Pensamento


  Adoro teu sorriso porque me contagia, teu sorriso tem alma, olhos, coração e por fim boca e dentes.
  Acho fantástica tua sinceridade, e mais ainda o fato de tu odiar mentiras por não saberes mentir.
  Sabe quando te fazem aquela pergunta totalmente absurda?! Tua expressão facial é incrivelmente reveladora sobre teu pensamento. Sabe aquela resposta que todo mundo gostaria de dar?! É somente tu que tens coragem de fazê-lo.
  Tu és a pessoa para quem eu mais gosto de contar minhas novidades, conquistas e todas as outras coisas maravilhosas que acontecem na minha vida, porque tu tens o dom de ser a única que pessoa que eu conheço, que consegue ficar feliz com a felicidade do próximo. E nossa, isso é muito raro, muito mesmo!
  Eu acho sensacional tua confiança, acreditar em si próprio é fundamental, e tu me ensinou isso.
  Teu carisma, não conheço ninguém que diga: 'não gosto daquela pessoa' (se tratando de ti a tal pessoa). Tens um bem-querer imenso entre amigos, conhecidos e até mesmo entre desconhecidos.
  És uma das pessoas mais famosas que conheço, raramente conheço alguém que não sabe quem tu és.
  Tua vivência me ensina todos os dias que é possível sim apanhar desenfreadamente da vida e ainda assim sorrir. Sorrir todos os dias, e prometer e jurar que nada no mundo vai te tirar essa coisa que tens, que adoro te ouvir chama-lá de "esperança". Embora as vezes eu fique me perguntando... esperança do que? Essa merda toda e tu ainda consegues me dizer que tens esperança! Isso é realmente motivacional, tu és motivacional.
  Essa coisa de acreditar em seiláoque que tu sempre acredita, porque diz que é preciso acreditar em alguma coisa pra viver/sobreviver. Fico me perguntando de onde tu tira toda essa crença. Até hoje não descobri essa resposta.
  Se eu tivesse que escolher uma pessoa, uma única pessoa no mundo para apresentar para minha mãe, essa pessoa seria tu. Sim, tu. Não consigo imaginar ninguém além de ti, que olharia para ela e agradeceria, por ter me colocado em tua vida, e dirias com toda certeza a pessoa maravilhosa que tu acreditas que eu seja (porque se não pensasse dessa forma, não te teria ao meu lado). Porque tu é a única pessoa que vejo dando um abraço verdadeiro e dizendo 'muito prazer, é bom te conhecer' com toda sinceridade do mundo.
  Admiro tua fidelidade, tu sempre disse que é muito importante ser uma pessoa fiel, a tudo, a todos e principalmente a si próprio. Aos teus sentimentos, ser fiel, é fundamental. Ao teus pensamentos, é vital.
  Quem no mundo olharia para mim e diria: 'tu jamais podes aceitar que alguém te faça mal, só quem tem esse direito és tu mesmo.' E tu não fazes ideia de como aprendi bem essa frase, e de como levo ela comigo sempre. (obrigada!)
  Dentre as tantas coisas que poderia falar de ti, tem uma que faço questão de falar sempre, da tua assombrosa força. Tu és definitivamente a pessoa mais forte que conheço. (óbvio que não no sentido físico da frase.)
  Te falta amor. (e eu sei o que tu me dirias agora, "não se pode dar o que não se teve", nunca vou entender isso, tu és uma das pessoas mais queridas e amadas que conheço.) E eu sempre quis retrucar que não te falta amor, que te falta saber amar, mas outra coisa que é preciso saber sobre ti, é que tu sempre tens uma resposta na ponta da língua, pra tudo, pra qualquer coisa, seja lá o que for, e preciso te dizer que isso é absurdamente irritante e que se eu não te amasse por inteiro diria que odeio isso em ti.
  Amo até tuas manias excessivas de estética corporal. Não entendo porque tu não faz uma academia ao invés de passar fome para emagrecer. Não entendo qual o desconforto com esse corpo.
  De ti, eu adoraria dizer das tuas paixões platônicas que quase te matam de tempos em tempos. Desculpa, mas é engraçado ver alguém se apaixonar com tanta intensidade por NADA. E acho fascinante que quem defina essa paixão como 'nada', sejas tu.
  Não acho normal essa frieza e dureza, mas invejo tua vida 'perfeita' que aparentemente existe. Embora saiba com prioridade que, definitivamente nem a tua sombra consegue ser perfeita.
  Admiro alguém que consegue viver nesse caus, sim, tua vida é um caus total. É loucura. E eu sinceramente não sei como tu ainda não enlouqueceu.
  Da tua intensidade, da tua amizade, da tua voz rouca, do teu olhar triste, do teu pensamento firme, das tuas opiniões fortes (sobre tudo), dos teus sonhos, dos teus problemas, dos teus amigos, da tua família, do teu sofrimento, das tuas perdas e da tua infinita mania de dizer que és a pessoa mais feliz do mundo. De tudo que eu poderia dizer de ti, tem tanta coisa que eu não encontro palavras e são fundamentais, de tudo que eu poderia dizer sobre ti, com certeza seria que tu és uma das pessoas que mais vale a pena conhecer, que todos deveriam ter a oportunidade de te conhecer, assim, desse jeito que eu te conheço, desse jeito que alguns te conhecem, e de vários outros jeitos que te conhecem.
  Mas pra te descrever desse jeito, só é possível em pensamento.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

De Todas As Dores Com Fim... Infinitas.

Libertou meu coração que vivia imerso num nada com sua chegada.
Libertou minha dor, quando me deixou.
Saiu da vida para virar poesia nos meus cadernos.
Me mostrou os sentimentos mais nobres, me ensinou a viver um amor puro, me dedicou todos os dias de sua vida e depois partiu me deixando num escuro cheio de luz (a luz dele).
 Ensinamentos que carrego em todas as partes de mim.
Canções escritas para todos aqueles, que como tu, viraram estrelas muito brilhantes, iluminando a vida de gente como eu.
Os carinhos, os sorrisos, a ternura, a sinceridade, o afeto, tudo que tu tinhas era meu, do mesmo jeito que tudo que eu tenho ainda é teu.
Viver na sombra da tua copla alta e cheia é o que me faz continuar.
Teu amor me conferiu uma proteção eterna.
Tua vida me deu tudo que tenho hoje.
Ainda hoje, mesmo tendo se passado tanto tempo, sinto as mudanças que tu me acarretou.
Se me perguntassem quem sou eu hoje, ainda não saberia responder direito.
Sempre achei que quando te perdi, tinha me perdido também. Hoje acredito no contrário, penso que não estou perdida, nunca fui tão minha quanto sou agora, porque hoje, não quero e nem me tenho, para me dar a alguém. Tua ausência faz com que eu precise demasiado de mim.
Rabisco tua falta na minha saudade o tempo todo.
Não raro, me afogo em mim contigo, me encho e me esvazio do que juntos fomos um dia.
Embora te ame mais a cada ano, ainda que te agradeça sempre, também te culpo todos os dias por teres me deixado, e te admiro em todos eles também por teres tido tamanha coragem para fazê-lo.

Embora ainda não entenda, agora vez que outra, aceito. Porque descobri que tu, pra mim, és sol e calor, mesmo quando a vida é tempestade, mesmo quando neva aqui dentro.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

quarta-feira, 3 de julho de 2013

sexta-feira, 7 de junho de 2013


Quando Dormir Sozinha Se Torna Ruim

Sexta-feira, pessoas reunidas, pré-festa, pré janta, pré qualquer coisa divertida e amigável com pessoas legais.
Seria o normal na vida de um(a) solteiro(a) qualquer. Só que não!
Luzes acesas no quarto cheio de silêncios que dão tapas na cara da gente para nos acordarmos dessa maré de sei lá qualquer coisa te coloca pra baixo. Tudo em vão.
Cama desarrumada pela mania de virar de um lado pro outro, procurando uma posição menos desconfortável de sentir um frio que nem 10 cobertas conseguem conter.
Eles lá, fazendo sabe-se-la-o-que, sei-la-onde, com sei-la-quem. Mas todos com certeza fazendo alguma coisa mais interessante do que essa, que você que me lê, tá fazendo agora.
O barulho das teclas, aumentam a sensação de silêncio, digitando desenfreadamente palavras soltas num texto perdido pela noite, que não começa e nem tem fim.
O telefone que toca perdido, a conversa que te deixa mais pra baixo, o assunto que te leva ao mais forte pensamento de porque tu tá sozinha com milhares de pessoas no mundo?!
A pergunta que treme a tua alma e anseia por respostas que nem as melhores frases feitas conseguem dar.
Essa coisa que aperta teu peito e não esconde a angústia desse não entender sem fim.
Aquilo, de jeito, que sabe que não é bem assim, ou que tanto faz, porque tudo é assim de qualquer outro jeito.
A lembrança  forte de todas aquelas pessoas que já passaram pela tua cama em sextas, segundas, quartas, em todos os outros dias da semana, e que por algum ou alguns motivos resolveram não ficar lá por muito mais tempo que algumas horas. E novamente a pergunta que não sai da tua cabeça, de porque tu tá sozinha, sendo que no mundo existem milhares de pessoas, também sozinhas, assim como tu.
Pensamentos sem fim, matam a expectativa de alguma coisa maravilhosa nessa noite de nada.
Aquela velha história de que as coisas acontecem quando tem que acontecer, te fazendo lembrar e entender o porque de todas essas coisas erradas (que talvez sejam as certas) estão dando 'errado'.
A temperatura noturna não merma, fazendo com que qualquer coisa seja melhor que a cama vazia. Vazia não só de outro corpo que não seja o teu, porque pra estar de corpo, um só já é suficiente, digo vazia e me refiro a todas as outras 'coisas' que contem dentro de um corpo, só pra te mostrar que quando dormir sozinho(a) se torna ruim, alguma coisa (ou muitas coisas) precisam mudar ai dentro. Porque definitivamente, quando dormir sozinho(a) vira tortura, são muitos tapas na cara te mostrando que é hora de abrir os olhos e escutar o que o coração diz, é só prestar atenção, e deixar ele falar.
Saber ouvir o coração, ainda é uma arte que só os que estão prontos pra dividir a cama (e não só a cama), conseguem.
Porque quando dormir sozinha se torna ruim, é a cabeça dizendo que fez tudo errado, e querendo mudar as formas de pensar, e sentir, e quem sabe até ouvir essas batidas quem tentam dar um novo ritmo pra vida todos os dias.

Carol.

domingo, 2 de junho de 2013













"Sempre fui o tipo de pessoa intensa. Que quer tudo muito, que quer tudo agora, que quer sempre mais! E me espanto com pessoas que vivem de "quases". Quase sentimentos, quase realizadas, quase felizes. Aqui é oito ou oitenta. Ou você me quer muito, ou você nunca me quis. Ou você vai comigo até o fim do mundo, ou nem me convida pra sair. Ou você me diz o que sente, ou vai embora."

Isabela Freitas

sábado, 11 de maio de 2013


Porque sabe como é, essa coisa de encontrar alguma coisa que consiga tocar além dos olhos e até do coração, não é mole...
Imagina encontrar essas coisas que conseguem tocar até na alma, sabe como é? 


quinta-feira, 2 de maio de 2013

























Uma explosão de imagens que eu achei lindas e merecem ser compartilhadas com todos vocês que aparecem vez ou outra por aqui, só pra ver os delírios de uma maluca sem cura!


Bom final de semana pra vocês gente! (é, porque pra mim, fim de semana já começa na quinta!)